UFN inaugura “Espaço Amamentação” em Santa Maria

Sala de apoio ao aleitamento materno dentro de uma Universidade é inédita no Sul do País

O Mestrado Profissional em Saúde Materno Infantil da Universidade Franciscana inaugura na próxima quinta-feira, dia 11 de abril, às 19h, o ‘Espaço Amamentação’, que está localizado no Hall do Prédio 16, no Conjunto III da IES. O ‘Espaço Amamentação’ conta com tudo o que mãe e bebê precisam para ter um momento de alimentação e vínculo em um ambiente privativo e seguro. O local dispõe de frigobar, micro-ondas, trocador, berço e pia. Além disso, os acompanhantes e a mãe lactante podem ficar confortáveis em um sofá, que também faz parte do Espaço.

A a intenção do ambiente é que mesmo durante o horário de trabalho ou estudo das lactantes, elas possam alimentar seus bebês em um local adequado, aumentando o período de amamentação da criança, como é indicado pelo Ministério da Saúde, que sugere peito até os dois anos de idade.

Segundo a coordenadora do Mestrado em Saúde Materno Infantil da Universidade Franciscana, professora Dirce Stein Backes, uma das prioridades do curso é estimular a amamentação e destacar os benefícios do aleitamento materno. A docente afirma que durante os debates em sala de aula que abordam esse tema, muito se fala sobre a teoria do vínculo estabelecido entre mãe e bebê a partir da amamentação, e também sobre como a prática auxilia no desenvolvimento dessa criança. E, pensando em colocar esses debates em prática foi planejado esse espaço, dedicado de forma especial às mães lactantes da UFN, sejam discentes, docentes ou funcionárias.

“Nós temos a semana do aleitamento materno, onde são realizadas diversas ações e conversas com o objetivo de incentivar a prática. A gente trabalha, também, com práticas sustentáveis que resultam em um bebê mais saudável. A amamentação é um processo cultural, e por isso nós queremos ter esse espaço de reflexão e que chame a atenção dentro da Universidade. O Espaço Amamentação vai fomentar ainda mais essa postura dentro da nossa Instituição, e acredito que a nossa comunidade só tem a ganhar com este ambiente”, avalia a coordenadora.

A construção de uma sala de apoio ao aleitamento dentro de uma Universidade é considerada inédita no Sul do Brasil. De acordo com Dirce, essa ação foi sugerida por docentes do mestrado que observaram momentos em que as alunas que vem de outras cidades com seus bebês não possuíam um local adequado para realizar a amamentação.

Também professora do Mestrado em Saúde Materno Infantil, Franceliane Jobim Benedetti, destaca a importância de o espaço ser visto como um ambiente de acolhimento e conforto, não só para a mãe e para o bebê, mas para os familiares que os acompanham durante esse processo de amamentação.

“Acontece que não só a dupla mãe-criança se beneficiam com a sala de apoio à amamentação. As empresas e instituições de ensino também se beneficiam com um menor absenteísmo, ou seja, o afastamento da lactante, haja visto que já se sabe que uma criança amamentada adoece menos”, explica.

O local será inaugurado na próxima quinta-feira, dia 11 de abril, e permanecerá aberto todos os dias, durante os horários de funcionamento do Conjunto III da Universidade Franciscana. 

Avalie este item
(0 votos)

O Regional é um site de Entretenimento, Esportes e Alimentos. Aqui você pode obter as últimas notícias da sua região, estado e do mundo inteiro rapidamente.

Contato e-mail

Galeria de Fotos