Nesta segunda-feira (13), a Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Renato Nocchi Zimmermann comemora 33 anos. Para celebrar a data, os professores preparam uma série de atividades e ações aos alunos. Localizada no Bairro Camobi, a instituição é reconhecidamente uma das mais importantes da comunidade, já que presta um trabalho de excelência para os estudantes que a frequentam.

 

Na comemoração, a comunidade escolar recebeu o projeto “Banda na Escola”, que todas as segundas-feiras contempla uma instituição de ensino, sendo duas do Estado e duas do Município, no mês. A banda da 3ª Divisão de Exército (3ª DE) apresentou músicas cívicas, estimulando a cidadania, bem como mostrou os instrumentos utilizados para compor o conjunto.

 

Os estudantes que participam do projeto “Oficina de Gaiteiros”, realizado com incentivo da Lei de Incentivo à Cultura (LIC-SM), também aproveitaram a ocasião para mostrar um pouco do que vêm ensaiando. Conforme a diretora Ana Cristina Krauspenhar Eggres, a Renato Zimmermann tem 185 alunos na Educação Infantil e no 1º ao 5º ano.

 

“Nossas crianças têm tudo o que é necessário aqui na escola. Hoje é um dia de celebrar”, destacou a diretora.

 

“Os professores e os alunos estão de parabéns hoje, pois são eles que formam a escola”, ressaltou a coordenadora pedagógica da Secretaria de Educação, Dania Kopp.

 

Em 2018, a Renato Nocchi Zimmermann passou por uma readequação promovida pela Secretaria de Educação, sendo ampliado o número de turmas. Somente a instituição recebeu, neste ano, 60 novos alunos.  

 

 

 

Em sessão da 1ª Câmara do dia 17 de julho, o Tribunal de Contas do Estado (TCE-RS) emitiu parecer prévio desfavorável à aprovação de contas de governo, referentes ao exercício de 2016, do ex-prefeito de Cruz Alta, Juliano da Silva. A decisão não é definitiva, cabendo recursos a partir da publicação no Diário Eletrônico.

 

Acolhendo o voto do relator do processo, conselheiro substituto Renato Azeredo, o Tribunal decidiu pela cientificação à origem, a fim de que evite a reincidência das falhas apontadas nesta decisão. As medidas corretivas serão objeto de verificação em futura auditoria.

O líder da quadrilha que vinha atacado agências bancárias com explosivos foi morto em confronto na madrugada de sábado em Canguçu, na região Sul do Estado, após assalto à Caixa Econômica Federal. Conhecido como Fofão ou Mortadela, de 32 anos, ele estava foragido do sistema prisional gaúcho desde o dia 31 janeiro do ano passado e tinha condenação de 90 anos, 11 meses e 10 dias.

Além de Canguçu, o bando dele agiu somente este ano contra as agências do Bradesco de Encruzilhada do Sul e Cerro Grande do Sul, além do Banco do Brasil, Banrisul e Caixa Econômica Federal de Butiá.

Por volta da 1h de sábado, a quadrilha de Fofão invadiu a Caixa Econômica Federal de Canguçu. Os caixas eletrônicos foram detonados. Durante a ação foram desferidos diversos disparos em direção ao posto da Brigada Militar, ocorrendo troca de tiros com os policiais militares. Uma Ford Ranger foi incendiada no local para impedir a saída de viaturas da BM.

Na fuga o bando tentou ainda, sem sucesso, queimar um Renault Duster que foi deixado em frente da Subestação da CEEE. A quadrilha prosseguiu em um Ford Focus em direção à BR 392, onde o veículo foi abandonado. Em um posto de combustíveis ocorreu então um confronto com seguranças do estabelecimento comercial. No tiroteio, o líder do bando foi morto.

A Brigada Militar e a Polícia Rodoviária Federal realizaram buscas ao restante da quadrilha na região. A agência da Caixa Econômica Federal, parcialmente destruída, ficou isolada para a perícia da Polícia Federal, sendo mobilizado o Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) do 1º Batalhão de Operações Especiais (1ºBOE) da BM para fazer uma varredura no local. A equipe do Gate também foi acionada para vistoriar o Ford Focus e o Renault Duster já que tinham explosivos nos veículos.

Fofão ou Mortadela tinha vínculo com os “Irmãos Lopes”, que foram presos no final de novembro de 2017 em uma propriedade rural de El Soberbio, na Argentina. Na ocasião, a dupla portava fuzil, pistola, munição e coletes balísticos. A região teria sido escolhida como refúgio deles por abrigar muitos gaúchos do Vale do Taquari. Os dois irmãos, naturais de Lajeado, foram apontados na época como responsáveis por 12 ataques a bancos, ocorridos em Progresso, Pouso Novo, Boqueirão do Leão, Espumoso, Boa Vista do Buricá, Encruzilhada do Sul, Progresso, Gramado Xavier, Bom Retiro do Sul, Espumoso, Tabaí, São José Herval. Em julho passado, as autoridades argentinas impediram o resgate dele por integrantes da organização criminosa que mantinha então um esconderijo em Veranópolis.

Fonte: CP

O quinto suspeito de participar de ataque a banco com explosivos em Dilermando de Aguiar, no Centro do Estado, foi preso na tarde de sábado. De acordo com a Polícia Civil, o homem, de 35 anos, que não teve identidade revelada, foi preso em flagrante, enquanto se escondia em um matagal no interior da cidade.

“O indivíduo, natural de Farroupilha, possui diversos antecedentes por furtos e roubos a bancos com uso de explosivos e estava escondido em um matagal no interior da cidade, na região de Pau Fincado. As diligências se iniciaram logo após o conhecimento do fato, se encerrando apenas com a prisão do indivíduo, ainda em flagrante delito, pelo assalto ao banco com uso de explosivos”, explicou a delegada Alessandra Padula.

Com esta prisão, cinco pessoas já foram detidas por envolvimento no assalto ao Banrisul de Dilermando de Aguiar na última quinta-feira. Durante a ação, o grupo utilizou explosivos para entrar no local.  A cidade tem quatro mil habitantes e fica a 50 quilômetros de Santa Maria.

Fonte: CP

Um jovem, de 27 anos, foi assassinado por volta das 19h sábado, em Santa Maria, na região Central do Estado, após uma discussão por causa de uma caixa de som. Douglas Moreira dos Santos foi atingido por cerca de cinco tiros, na avenida Rio Branco. Ele estava acompanhado de familiares quando o crime aconteceu.

O crime ocorreu no Feirão da Gare da Viação Férrea, próximo ao Mercado Público da cidade, onde até as 19h de ontem estava o secretário de Segurança do Estado, Cezar Schirmer. Este foi o 27º homicídio do ano em Santa Maria.

Três pessoas morreram em um acidente no km 286,8 da BR 158 em Júlio de Castilhos, na manhã deste domingo. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), um veículo Volkswagen Parati se deslocava no sentido Júlio de Castilhos x Santa Maria quando invadiu a pista contrária e colidiu com um Ford Fiesta.

O condutor da Parati, de 22 anos, morreu no local. O motorista do Fiesta, de 33 e a mãe dele, de 69, também não resistiram. Outros três passageiros do Fiesta foram socorridos em estado grave e estão no Hospital Universitário de Santa Maria

Casal morre em acidente em Santa Maria

Sábado, 11 Agosto 2018 14:37

Um casal morreu, na madrugada deste sábado, em uma saída de pista na RSC 287, em Santa Maria, na região Central do Rio Grande do Sul. Conforme o Comando Rodoviário da Brigada Militar (CRBM), o acidente ocorreu por volta da 00h30min, na altura do km 236 da rodovia.

O condutor de um Corolla, com placas de Santa Maria, perdeu o controle do veículo, que bateu contra uma pedra que fica às margens da rodovia. O casal, identificado como Aldemar Olívio Milbradt, de 49 anos, e Maria Inês de Lara Milbradt, de 44, morreu no local.

Fonte: Rádio Guaíba

Os bancários de Santa Maria e região rejeitaram, por unanimidade, a proposta apresentada, terça-feira (7), pela Federação Nacional dos Bancos (Fenaban). Em assembleia realizada na AABB, na noite desta quarta (8), a categoria também decidiu participar do Dia do Basta.

Em rodada de negociação com o Comando Nacional dos Bancários, a Fenaban apresentou uma proposta que apenas cobre a inflação nos salários, PLR, vales e demais verbas econômicas. A próxima reunião entre Comando e banqueiros está marcada para o dia 17 de agosto, em São Paulo.

A categoria também aprovou indicativo de retardamento de abertura das agências em uma hora, na sexta, em Santa Maria e região. O ato irá fazer parte do Dia do Basta, mobilização contra o desemprego e em defesa dos direitos trabalhistas.

Na sexta, a mobilização dos bancários terá início às 10h, em frente à agência Centro do Banrisul, na Praça Saldanha Marinho, em Santa Maria.

Um jovem morreu após o trator em que conduzia capotar na RST 377, no interior de Santiago, na quarta-feira (8).

De acordo com o Corpo de Bombeiros do município, o acidente ocorreu próximo ao meio dia, a cerca de 14km da cidade de Santiago. A vítima foi identificada como Gesiel de Freitas Lopes, de 21 anos.

O trator que ele conduzia teria capotado diversas vezes, enquanto trafegava pelas margens da RST 377. Ele ficou preso nas ferragens, foi atendido pelos bombeiros, mas não resistiu aos ferimentos e morreu no Hospital de Caridade de Santiago.

Novamente a região central do estado sofreu com mais um ataque a bancos. Na madrugada desta quinta-feira (9), um grupo de criminosos explodiu uma agência do Banrisul, em Dilermando de Aguar.

A cidade tem cerca de 4 mil habitantes e fica a menos de 50km de Santa Maria. Segundo a Brigada Militar, a ação do grupo teve início por volta das 3h e durou pouco tempo. A quadrilha chegou em um carro e explodiu o local duas vezes.

Os moradores de Dilermando de Aguiar acionaram a Brigada Militar de São Pedro do Sul, mas quando a guarnição chegou, os bandidos já haviam fugido. Ainda não foi informado a quantia em dinheiro roubada pelo grupo. Ainda de acordo com a Brigada Militar, Antes de seguir pela BR 158, o grupo colocou miguelitos na ponte do Rio Ibicuí, na BR 287, para prejudicar o acesso dos policiais.

Fonte: Rádio Medianeira