Jonas Pessalli bateu o carro em um poste nesta segunda-feira

 

O ex jogador do Grêmio Jonas Pessalli, de 26 anos, morreu na madrugada desta segunda-feira em um acidente de trânsito, em Curitiba. Segundo o site Ricmaiso atelta dirigia um veículo Audi quando se perdeu em uma curva e bateu contra um poste de energia.

 

 

Formado na base do Tricolor, o jogador atuou no futebol francês defendendo Angers e o VLF Luçon. Ele foi contratado pelo Paraná Clube em janeiro deste ano.

 

Fonte:CP

Clube italiano fez proposta quando jogador vivia bom momento no Inter, em 2013

 

O presidente do Napoli, Aurelio De Laurentiis, recordou nesta quarta-feira, em entrevista ao jornal Il Mattino, a negociação para comprar Leandro Damião junto ao Inter em 2013. Conhecido por suas bem humoradas entrevistas, ele lembrou que o ex-técnico do clube Rafa Beníte, insistiu na contratação do brasileiro e se mostrou aliviado da negociação não ter se concretizado.

 

“Ele (Benítez) insistiu para contratarmos Leandro Damião, me encontrei com seu agente. A propósito, onde ele está jogando agora?”, questionou De Laurentiis.

 

 

A declaração de De Laurentiis ocorreu quando ele lembrava da contratação de Gonzalo Higuaín, que, segundo ele, ocorreu por insistência sua com Rafa Benítez.

 

O argentino teve grande sucesso no clube, onde foi artilheiro do Campeonato Italiano e acabou vendido à Juventus em uma polêmica negociação por cerca de 90 milhões de euros. Leandro Damião foi negociado pelo Inter ao Santos em 2014 e está atualmente no Flamengo. Antes disso, ele passou por Cruzeiro e Real Betis, da Espanha.

 

Fonte:CP

Tricolor está virtualmente classificado, mas liderança terá forte disputa na chave 8 da Libertadores

 

O Guaraní do Paraguai fez o esperado nesta quinta-feira. Venceu o fraco Zamora por 3 a 1 e manteve embolada a briga pela liderança do Grupo 8 da Libertadores. A vitória também evitou a classificação matemática do Grêmio às oitavas de final, mas apenas uma tragédia completa tiraria a vaga do Tricolor.

 

Com o resultado, o Guaraní chega a 10 pontos, mas fica atrás no saldo de gols, com três contra cinco do Grêmio. Como o Deportes Iquique tem nove, tudo está aberto na rodada final. Para eliminar o Grêmio da Libertadores, chilenos e paraguaios teriam que empatar, com o Tricolor sofrendo uma derrota por goleada dos venezuelanos em plena Arena.

 

 

Os paraguaios abriram o placar aos 15 minutos da etapa inicial. Epifanio Garcia subiu na área e cabeceou para o fundo das redes. Cinco minutos depois, Palau ampliou para 2 a 0, aproveitando rebote de outro cabeceio de Garcia.

 

O Zamora descontou aos 40 minutos, quando Eduardo Sosa foi lançado na área e chutou de primeira para o fundo das redes. Mas o time da casa não teve forças para ir além. Aos sete da segunda etapa, Epifanio Garcia decretou o 3 a 1 num chute colocado após Palau servir de calcanhar.

 

Fonte:CP

Grêmio encara Guarani no Paraguai, pela Libertadores, e depois decide a vida no Gauchão

 

O Grêmio já está no Paraguai, onde nesta quinta-feira enfrenta o Guaraní, pela terceira rodada do Grupo 8 da Libertadores. Vivendo sua semana mais decisiva até aqui na temporada, o Tricolor terá de deixar de lado o desgaste da maratona recente de jogos para alcançar seus objetivos.

 

O primeiro deles é somar pontos em Assunção. A liderança da chave está em jogo. Uma vitória encaminha a classificação, mas o empate também pode ser considerado um bom resultado. Ambas as equipes somam seis pontos em dois jogos.

 

 

Times da Libertadores, Copa Verde, da Copa do Nordeste e da Série B entram a partir desta fase

 

A CBF confirmou nesta segunda-feira que o sorteio dos confrontos das oitavas de final da Copa do Brasil serão realizados na próxima quinta, um dia após os últimos cinco times classificados para esta etapa serem determinados com a disputa dos jogos de volta da quarta fase. Assim como vem ocorrendo desde 2013, os clubes brasileiros que participam da Copa Libertadores entram no torneio mata-mata nacional nas oitavas de final. Em 2017, são eles: Chapecoense, Palmeiras, Santos, Grêmio, Flamengo, Botafogo, Atlético-MG e Atlético-PR.

 

Porém, a diferença em comparação aos anos recentes é de que os campeões da Série B do Campeonato Brasileiro (Atlético-GO), da Copa do Nordeste (Santa Cruz) e da Copa Verde (Paysandu) de 2016 também vão entrar "adiantados" na Copa do Brasil.

 

 

De acordo com o a CBF, o evento de sorteio dos duelos das oitavas de final da Copa do Brasil vai começar às 12h. Depois, às 15h, a confederação determinará, também através de um sorteio, os mandos de campo da quinta fase do torneio.

 

Os duelos de volta da quarta fase da Copa do Brasil estão marcados para a próxima quarta-feira. São eles: Corinthians x Internacional (1 a 1 na ida), Joinville x Sport (1 a 2), Paraná x Vitória (2 a 0), Cruzeiro x São Paulo (2 a 0) e Fluminense x Goiás (1 a 2).

 

Fonte:CP

Feito foi graças à vitória sobre o Paraguai somada aos resultados paralelos

 

O Brasil se tornou a primeira seleção a garantir classificação à Copa do Mundo-2018 pelas eliminatórias, se juntando na competição do ano que vem à anfitriã Rússia, graças à vitória por 3 a 0 sobre o Paraguai e à derrota do Uruguai por 2 a 1 para o Peru, nesta terça-feira.

 

A seleção de Neymar e companhia precisava vencer seu jogo contra os paraguaios e torcer por uma série de resultados para se tornar a primeira equipe a garantir uma vaga na Rússia, o que acabou acontecendo.

 

 

Além da vitória brasileira sobre o Paraguai, a 14ª rodada das eliminatórias sul-americanas viu a Colômbia (2ª, 24 pts) vencer o Equador (6º, 20 pts) por 2 a 1, o Peru (7º, 18 pts) superar o Uruguai (3º, 23 pts) pelo mesmo placar e a Argentina (5ª, 22 pts) ser derrotada pela Bolívia, resultados que a seleção precisava para garantir matematicamente a vaga na Rússia.

 

Com 33 pontos, o Brasil soma agora 10 pontos de vantagem sobre o Uruguai (3º) e 11 sobre a Argentina (5ª), a quatro rodadas para o fim das eliminatórias. Como as duas rivais se enfrentam na próxima rodada, no dia 31 de agosto, uma das duas não poderá mais alcançar na tabela a seleção de Tite, que garante assim terminar entre os quatro primeiros colocados.

 

Oito vitórias seguidas com Tite

 

O feito é impressionante. Quando Tite assumiu o cargo, em junho de 2016, após uma era Dunga de resultados e futebol ruim, o Brasil estava na 6ª colocação das eliminatórias, fora da zona de classificação à Copa do Mundo. Com o novo treinador, a seleção acumulou oito vitórias seguidas, um recorde, e se isolou no topo da tabela com enorme vantagem sobre os rivais diretos.

 

 

Fonte:CP

Súmula do duelo entre Juventude e Restinga, no domingo, registra ofensas a atletas da equipe da Capital.

 

Ao que tudo indica, a questão do racismo no esporte está longe de ser resolvida no Rio Grande do Sul. O estado lidera o número de casos verificados no futebol nos últimos dois anos, de acordo com um relatório publicado ano passado pelo Observatório da Discriminação Racial no Futebol. Agora, o problema também é verificado em outras modalidades. No domingo, a partida vencida pelo Juventude F.A., de Caxias do Sul, por 34 a 9 sobre o Restinga Redskulls, de Porto Alegre, e válida pelo Campeonato Gaúcho de Futebol Americano, foi interrompida duas vezes pela arbitragem em função de ofensas racistas a atletas do time da Capital. O caso foi relatado em súmula pelo árbitro Ricardo Ribas, mas não foram identificados os envolvidos.

 

De acordo com o documento da arbitragem, “as palavras relatadas foram, entre outras, as seguintes: ‘Dá banana para o macaco que resolve’ e ‘banana é para isso mesmo’”. O presidente do Restinga Redskulls, Vinícius Franla, alega que as ofensas se repetiram ao final da partida. “Quando estávamos saindo do campo falaram: ‘Agora vão comer banana”’.

 

 

A direção do Juventude se defende afirmando que as acusações são generalizadas e que não foi encontrada até o momento nenhuma prova concreta. O clube vai disponibilizar à Federação Gaúcha de Futebol Americano (FGFA) a filmagem com a íntegra da partida, na esperança de que fique evidenciado ou que não houve ofensa alguma ou que seja possível identificar os autores. “É uma acusação muito grave, todos nós repudiamos atos de racismo. Temos inclusives diversos jogadores da raça negra”, argumentou o presidente, Eduardo Ferreira.

 

Como não há nada previsto no regulamento, a FGFA ainda avalia o caso, mas o presidente Jeferson Mendes adianta que uma eventual punição deve ser baseada no Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD).

 

Clube fala em ofensas entre atletas

 

Além dos gritos racistas nas arquibancadas, o Restinga Redskulls alega que também houve casos de ofensas raciais dentro de campo. “O jogador número 11 deles ofendeu dois jogadores nossos. Comunicamos isso ao árbitro e avisamos que por isso não íamos cumprimentar os jogadores deles”, revelou o presidente do Restinga, Vinícius França.

 

A súmula não traz menção a possíveis ofensas entre atletas. Por isso, o Juventude mostra indignação com a acusação. “Não podemos ter a nossa imagem manchada dessa forma. Isso é um absurdo, uma calúnia. Se nada for provado neste sentido, vamos processar quem está divulgando isso”, avisou Eduardo Ferreira.

 

Ainda que a súmula não traga nenhuma referência a ofensas entre os atletas, pelo menos um dos jogadores do Restinga, Andrey Paz, registrou boletim de ocorrência, no qual afirma ter sido ofendido. O documento aponta que “a ofensa à vítima consistiu na utilização de elementos discriminatórios referentes à raça e origem.”

 

Fonte:CP

Fagner deve entrar no lugar de Daniel Alves, suspenso pelo acúmulo de cartões, na lateral

 

A Seleção Brasileira fez nesse domingo seu penúltimo preparativo para enfrentar o Paraguai, nesta terça-feira, pela 14ª rodada das Eliminatórias da Copa do Mundo, a partir das 21h45min. O local foi o mesmo onde será disputado o jogo, o Itaquerão, casa do Corinthians, em São Paulo. 

 

 

 

 

E o treino foi quase todo ele realizado com os portões fechados. A imprensa teve acesso apenas aos primeiros 20 minutos de trabalho. Tite, no entanto, não tem muito mistério para escalar a equipe. A única novidade em relação ao time que goleou o Uruguai por 4 a 1 na quinta-feira, em Montevidéu, será a entrada do lateral direito Fagner na vaga de Daniel Alves, suspenso por acúmulo de cartões.

 

Já o treino de sábado foi realizado com os portões abertos. E teve a presença de 12 mil pessoas, que trocaram um quilo de alimento não perecível pelo ingresso no Morumbi.

 

O Brasil, que lidera o qualificatório, com 30 pontos, vai jogar com Alisson; Fagner, Marquinhos, Miranda e Marcelo; Casemiro, Paulinho, Philippe Coutinho, Renato Augusto e Neymar; Roberto Firmino. O Paraguai está na sétima colocação das Eliminatórias da América do Sul, com 18 pontos.

 

Fonte:CP

Vitória por 4 a 1 teve direito a golaço de Neymar e três gols de Paulinho

 

O Brasil já está com um pé na Rússia. Mostrando qualidade e poder de reação, a Seleção Brasileira não só derrotou o Uruguai como goleou a equipe Charrua na noite desta quinta-feira, por 4 a 1, em pleno Estádio Centenário. Paulinho, autor de três gols, e Neymar – que fez um golaço – foram os destaque da partida, válida pela 13ª rodada das Eliminatórias.

 

Com a vitória, o Brasil chegou aos 30 pontos, sete à frente do Uruguai, que é o vice-líder. O passaporte rumo à Rússia pode ser carimbado já na próxima terça-feira, quando a Seleção recebe o Paraguai, no Itaquerão, em São Paulo.

 

 

Só Paulinho salva 

 

O Brasil começou partindo para o ataque. Aos 3 minutos, Neymar Neymar fez a jogada, lançou para pela lateral para Philippe Coutinho que fez o passe, mas ninguém chegou para alcançar a bola. Não demorou muito para o Uruguai mostrar perigo na área do Brasil. A primeira chance veio numa cobrança de lateral que resultou num chute arriscado da seleção uruguaia, mas passou longe da goleira de Alisson. E na falha do zagueiro Marcelo, resultou no Cavani avançando no ataque aos 7 minutos e fez com Alisson derrubasse o atacante. Juiz marcou pênalti e Cavani marcou o primeiro da partida: Uruguai 1x0 Brasil.

 

O Brasil tentou se organizar e avança no campo adversário, mas Uruguai não quis perder tempo e já se lançou novamente no ataque. A Seleção de Tite não mostrou pressa em atacar, mesmo com Uruguai querendo marcar mais um para confirmar a vitória. A resposta veio aos 19 minutos com Neymar armando a jogada no meio de campo, ele lança para Paulinho na frente da área do Uruguai que bateu com confiança pra rede: Uruguai 1x1 Brasil.

 

A partir daí, Brasil jogou recuado e não quis arriscar muito. Uruguai tenta sair pra jogo, mas Brasil dominou boa parte da partida. As maiores chances da Seleção vieram em jogadas com Neymar em cobranças de faltas. Em especial aos 31, quando Daniel Alves pega o rebote da falta, levanta na área, Casemiro domina, chuta, mas o goleiro Martín Silva salva. O último susto do Uruguai veio aos 36 com cobrança de falta cobrada por Sanchez, companheiro cabeceia, mas a bola vai para fora, por pouco não entra na goleira brasileira.

 

Pintura de Neymar

 

O segundo tempo começou com Uruguai marcando falta para tentar reverter o placar novamente, mas lance não ameaçou em nada. Brasil não deixou por menos com Neymar que bateu com perfeição uma falta para o goleiro Silva espalmar para fora. E ele de novo, o autor do primeiro gol do Brasil também foi responsável para virada no placar. Aos 6 minutos, Firmino recebeu na área e chutou para defesa de Silva. Mas foi a chance de Paulinho de pegar o rebote e chutar rasteiro para a goleira uruguaia: Uruguai 1x2 Brasil.

 

A partida totalmente dominada pelo Brasil só foi enaltecida com Neymar aos 29 minutos. De um chutão de Miranda para o campo de ataque, Neymar dominou a bola e foi para cima do sistema defensivo uruguaio. Silva saiu e foi a chance do atacante pintar um chapéu em cima do goleiro: Uruguai 1x3 Brasil.

 

O Uruguai que tentou ao máximo diminuir o placar, não teve chances com a jogada entre Daniel Alves e Paulinho nos minutos finais do segundo tempo. Alves recebeu pela lateral e cruzou achando Paulinho livre na pequena área e empurrar com peito e finalizando a goleada em cima do Uruguai.

 

Eliminatórias da Copa do Mundo Rússia 2018

 

Uruguai 1

 

Martín Silva; Maxi Pereira, Coates, Godín e Gáston Silva; Vecino, A. Rios, C. Rodríguez e Sanchez; Diego Rolán e Cavani. Técnico: Oscar Tabárez.

 

Brasil 4

 

Alisson; Daniel Alves, Miranda, Marquinhos e Marcelo; Fernandinho, Willian, Paulinho e Philippe Coutinho; Neymar e Roberto Firmino. Técnico: Tite.

 

Gols: Cavani (8min/1°T (U); Paulinho (19min/1°T) (6min/2°T) (47min/2°; Neymar (29min/2°T) (B)

 

Cartão Amarelo: Max Pereira, Godín, (U); Casemiro, Daniel Alves, Marcelo (B).

 

Árbitro: Patricio Loustau (ARG).

 

Local: estádio Centenário, em Montevidéu.

 

Início: 20h.

 

Fonte:CP


 

"Aí eu disse que a gente estava pronto pra ganhar, menos a Honda". Vandoorne: "Vai feder, hein?"

“Aí eu disse que a gente estava pronto pra ganhar, menos a Honda”. Vandoorne: “Vai feder, hein?”

A quarta-feira de testes em Barcelona teve a Mercedes quebrando os cronômetros com Valtteri Bottas, mas quem roubou a cena foi Fernando Alonso. O espanhol soltou o verbo contra o motor, resumindo numa frase a situação da McLaren para a temporada: “Estamos todos prontos para vencer, menos a Honda”, disparou após ser o 12º e fazer apenas 46 voltas com potência restrita no propulsor.

“Estou dando o máximo nas curvas e curtindo o equilíbrio do carro, mas nas retas perdemos 30 km/h”, acrescentou o espanhol. Ele ainda ironizou os últimos anos do propulsor japonês. “Desde 2015 não me lembro mais quando foi a última vez que realmente usei o freio. Para nós, quase todas as curvas são pé embaixo.” Segura essa dona Honda!

Massa mandou bem de novo com o FW40 e fez segunda volta mais rápida dos testes

Massa mandou bem de novo com o FW40 e fez segunda volta mais rápida dos testes

Enquanto isso, lá na ponta de cima a turma da Mercedes resolveu devolver um pouco da pressão para a Ferrari. Bottas completou 70 voltas. Com os pneus supermacios, cravou 1min19s310, um novo recorde para a pré-temporada (veja o onboard). Com um carro bem resolvido, Felipe Massa não ficou muito atrás na Williams, anotando 1min19s420, ainda que com os pneus ultramacios, mais aderentes da Pirelli.

Aí sim veio a Ferrari, com Kimi Raikkonen. Só que o finlandês atrapalhou o programa dos italianos ao bater o carro e danificar a suspensão já durante a tarde. Por conta disso, apenas 53 voltas no cartel, o dia mais complicado da Scuderia até aqui.

Kimidera arranjar desculpa para essa barbeiragem…

Force India segue tentando provar que é feia e veloz como um raio...

Force India segue tentando provar que é feia e veloz como um raio…

Pouca gente quis dar voltas rápidas a valer, com Max Verstappen anotando a quarta marca em apenas 1min20s432 para a Red Bull de pneus macios. Atrás dele, o outro adolescente do grid Lance Stroll. Dividindo o dia com Massa, dessa vez o guri não aprontou barbeiragens e finalizou o dia com 59 voltas, a melhor delas em 1min20s579 nos supermacios. Bela quilometragem no FW40, para um total de 122 voltas somadas.

O sexto lugar foi de Lewis Hamilton, que trafegou em modo corrida o tempo todo, buscando alternativas para as provas de 2017. Anotou um modesto 1min20s702, mas vale lembrar que tem carro que ainda não andou isso nem de pneus ultramacios…

Mas como é linda, nem precisa andar rápida essa Toro Rosso... Ai, ai...

Mas como é linda, nem precisa andar rápido essa Toro Rosso… Ai, ai…

A Renault veio em seguida, em mais um dia brecado pelos problemas eletrônicos. Menos que na terça, mas ainda assim deixando Nico Hulkenberg virar 61 voltas e Jolyon Palmer apenas 29. Palmer, curiosamente, mais uma vez no fundão da tabela de tempos. Parece castigo…

Aqui ó McLaren, motor 2016 e mais rápida que "voceis", lero lero!

Aqui ó McLaren, motor 2016 e mais rápida que “voceis”, lero lero!

Essa briga do meio do pelotão será encarniçada para mais de metro, com Force India, Toro Rosso e Haas mostrando performances similares em trem de corrida e começando a esticar as canelas no ritmo de 1min21s. Sérgio Perez veio em oitavo atrás de Hulk, com Carlos Sainz em nono para a Toro Rosso, que parece só gostar de andar com os pneus macios. Romain Grosjean cravou 1min21s887 de ultramacios, mas parece que a Haas não consegue tirar tanto dos compostos mais aderentes, mantendo ritmo similar com os macios. Ainda lutam, por exemplo, com a sensibilidade do sistema de freios.

Restou a Sauber  de Pascal Werhlein à frente da McLaren, com 1min23s cravados e 59 passagens acumuladas. Vale lembrar, com motor de 2016 da Ferrari a equipe suíça dá um baile na McLaren em velocidade de reta até aqui. O injuriado Alonso ficou em 12º, sempre com o pé no fundo em 46 passagens azedas. Agora faltam apenas dois dias de preparação para a Honda tirar um coelho de olhos puxados da cartola. Ou vai ser uma tartaruga ninja?

Confira os tempos e voltas completadas:

Fonte:CP/PitLane/