Uma aposta de Canoas dividirá o prêmio da Mega-Sena sorteada neste sábado com outras quatro jogos vencedores. Além da cartela gaúcha, apostas de Salvador (BA), Maranguape (CE) e Marabá (PA) poderão sacar R$ 9.627.559,21 relativos ao concurso 2.052.

Confira os números sorteados: 50 – 51 – 56 – 57 – 58 – 59.
 

O sorteio foi realizado em Campina Grande (PB). O próximo concurso, na quarta-feira, poderá premiar com R$ 2,5 milhões. A Quina teve 152 acertadores que têm direito a R$ 17.089,52. A Quadra foi marcada por 4.816 apostas que levam R$ 770,52.

Seis apostas levam a Quina de São João

Domingo, 24 Junho 2018 14:19

Seis apostas acertaram o prêmio principal da Quina Especial de São João, concurso 4.706, sorteado na noite desse sábado (23) em Campina Grande (PB). O prêmio estava estimado em R$ 130 milhões. Confira as dezenas sorteadas: 03 -29 – 33- 53 -69.

Os bilhetes premiados foram de Brasília, São Paulo, Belém, Porto Alegre, Vila Velha (ES) e Rondonópolis (MT). Cada um leva um prêmio de R$ 20.843.799,43.

Mais de 1,7 mil apostas acertaram a quadra e levam um prêmio de R$ 4.989,26. Já o terno, quando o apostador acerta três dezenas, saiu para 128.851 bilhetes, com um prêmio de R$ 100,38 cada. Já os mais de 3 milhões de apostas que acertaram dois números (duque), levam R$ 2,30.

O assassinato da transexual de nome social Thalia Costa chocou e revoltou a população da fronteira Oeste. Thalia (registrada como Genilson Costa Barbosa, de 32 anos) teve o corpo encontrado por volta das 7h30min desta quinta-feira por moradores no bairro do Passo, próximo à caixa d’água da Corsan, periferia do município de São Borja.

Vendedora de loterias e estudante, Thalia era conhecida na região pela militância que desenvolvia em favor de movimentos LGBT da fronteira. Segundo a equipe da Delegacia Polícia de Pronto Atendimento, a perícia de Santo Ângelo segue para São Borja a fim de averiguar as causas da morte.

Os primeiros indícios apontaram ferimentos a pauladas e há um suspeito, de 22 anos, preso. Ele aparece em imagens de câmeras de videomonitoramento instaladas na área onde o crime aconteceu.

Fonte: CP

Com o fim da campanha de vacinação contra a gripe em todo o País, nesta sexta, mais de um milhão de doses sobraram nos postos de saúde de todo o Rio Grande do Sul. Dessa forma, a Secretaria Estadual da Saúde liberou a imunização para o público em geral até o fim dos estoques. Dados do Ministério da Saúde dão conta de que somente 80% da população-alvo se imunizou em 2018, enquanto a meta era de 90% ou mais.

As vacinas foram distribuídas ainda em abril nas unidades básicas de saúde. No momento, não é possível quantificar quais locais ainda dispõem de doses, mas a Pasta garante que todas as cidades seguem vacinando. O Estado recebeu 4,2 milhões de doses, enquanto pouco mais de 3,1 milhões pessoas se imunizaram.

O titular da Saúde elenca razões para que a população minimize a necessidade de imunização contra o Influenza. A mais grave delas é a profusão de informações falsas nas redes sociais a respeito das vacinas para diversos tipos de doença, incluindo a gripe.

“No ano em que houve um grande número de óbitos (em 2009, ano do surto, 298 pessoas morreram), tivemos uma grande faixa da população coberta pela vacina, então aumentou o número de resistentes, tirando da percepção imediata das pessoas o fator gravidade. Além disso, há um problema sério com as fake news em relação à vacina: são grupos negando a importância dela. Além disso, o inverno passado não foi rigoroso e possibilitou menor chance de infecção. A população fica menos preocupada”, enfatizou Francisco Paz.

Entre as populações-alvo, as crianças registraram o menor índice de imunização. Em todo o Rio Grande do Sul, somente 61% receberam a dose. De acordo com o secretário, somente a meta dos idosos foi plenamente alcançada: 91% das pessoas com 64 anos ou mais se vacinaram.

As doses foram liberadas para todos, mas o critério de priorização dos grupos de risco permanece vigente. Em Porto Alegre, crianças e gestantes são os grupos com as menores coberturas vacinais – pouco mais de 50%.

A Secretaria Municipal de Saúde mantém o atendimento em todas as salas de vacina da rede, de acordo com o funcionamento das unidades, sempre de segunda a sexta-feira. Nas unidades de saúde, o atendimento vai das 8h às 17h; nas unidades São Carlos e Tristeza e no Centro de Saúde Modelo, das 8h às 22h. Na Clínica de Saúde da Família da Restinga, das 8h às 20h.

Neste ano, quatro mortes foram registradas em decorrência da gripe no Rio Grande do Sul. Ao todo, 80 casos foram contabilizados até o momento.

Fonte: CP

A Polícia Federal (PF) apreendeu na tarde deste sábado 448 quilos de cocaína nas proximidades da cidade de Santiago, no Centro do Rio Grande do Sul. A droga foi localizada em um caminhão, escondida em uma caixa de ferro concretada. 

O motorista do caminhão foi preso por tráfico de drogas e encaminhado para a Polícia Federal em São Borja. O trabalho teve a participação da Delegacia de Repressão a Drogas da PF (DRE), das delegacias da Polícia Federal em Santo Ângelo, São Borja e Uruguaiana e contou com o apoio da Polícia Rodoviária Federal.

O caso da execução da jovem Paola Avaly Corrêa, de 18 anos, cujas imagens entrando em uma cova e em seguida sendo baleada circularam nas redes sociais, é considerado esclarecido, afirmou hoje a Polícia Civil. As delegadas Tatiana Bastos e Clarissa Demartini, da Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher da Capital, anunciaram a identificação e prisão de oito envolvidos, todos integrantes de uma facção criminosa atuante no narcotráfico.

O assassinato teve como mandantes dois apenados da Cadeia Pública de Porto Alegre (antigo Presídio Central), ambos gerentes de pontos de venda de drogas na cidade. Um dos detentos era ex-companheiro da vítima, com quem ela havia rompido dias antes um relacionamento iniciado em dezembro do ano passado através da internet e concretizado em visitas íntimas no estabelecimento penal.

 
PUBLICIDADE

A delegada Tatiana Bastos revelou que Paola permaneceu no matagal cerca de nove horas em poder dos criminosos que recebiam orientações do ex-namorado dela via celular direto do presídio. “Ela foi amarrada nas mãos para trás e pelas pernas. Ela ficou o dia inteiro presenciando a cova que ficou pronta por volta das 14h. Possivelmente a partir da tarde já sabia o que ia acontecer, ficou muito calma todo o tempo, pediu perdão inúmeras vezes por telefone para o ex-companheiro”, relatou com base nos depoimentos de quem confessou com detalhes os momentos finais da jovem.

Sete dos acusados, incluindo uma mulher que filmou a execução com celular, foram indiciados por homicídio triplamente qualificado com os agravantes de feminicídio, motivo torpe e meio cruel e recurso que dificultou a defesa da vítima, além de ocultação de cadáver. Um adolescente está entre eles. Já o oitavo participante, em situação de foragido, é indiciado por favorecimento a um dos implicados no caso. O inquérito, de quase 200 páginas, é recheado de provas coletadas e confissões de três dos indiciados pelo crime. A arma usada e dois celulares foram apreendidos para a perícia.

Mesmo ameaçada e sabendo do risco de represália após as postagens que revoltaram o ex, Paola concordou em embarcar em um veículo, possivelmente um Ford Fiesta, no dia 13 de maio, sendo então levada para uma residência e depois para o matagal. A família dela registrou então o desaparecimento. O corpo só apareceu quatro dias depois.

Fonte: CP

Sem a presença de ar polar, a temperatura estará acima da média para junho nesta sexta-feira no Rio Grande do Sul. De acordo com a MetSul Meteorologia, algumas áreas do Estado podem ter períodos de nebulosidade e há chance de chuva localizada na Metade Norte.

O amanhecer pode registrar neblina e nevoeiro em diferentes pontos do território gaúcho, mas logo se espalham. Pela manhã, as marcas serão amenas e à tarde estarão agradáveis, até um pouco altas em algumas cidades.

Em Porto Alegre, a sexta-feira será de tempo com sol e nuvens. Na Capital, as marcas ficam entre 11°C e 18°C.

Mínima e Máxima

Chuí 7°C | 16°C

Rio Grande 8°C | 17°C

Bagé 5°C | 17°C

Alegrete 6°C | 18°C

Santa Maria 7°C | 19°C

Uruguaiana 7°C | 20°C

Passo Fundo 13°C | 22°C

Santa Rosa 13°C | 25°C

A Delegacia de Proteção à Criança e Adolescente (DPCA) prendeu no final da tarde desta terça-feira uma mulher de 32 anos envolvida no crime de favorecimento à prostituição em Uruguaiana. A prisão ocorreu no bairro São Miguel, próximo ao centro da cidade. A investigação durou quase um ano e verificou a participação da envolvida no crime de favorecimento à prostituição (agenciamento de garotas de programa), além de tráfico de drogas.

Segundo o delegado Ênio Tassi – responsável pelo trabalho – a “cafetina” agenciava as garotas, sendo pelo menos duas comprovadamente menores, por meio de páginas do Facebook e WhatsApp. Conforme o policial,  ela oferecia as jovens em um book com detalhamento das candidatas aos programas. Os preços variavam de R$ 100 a R$ 600 e ainda grupos fechados para festas privês.

O modus operandi girava em ofertar a garota para fins sexuais e cobrar uma porcentagem sobre o programa. A DPCA apurou, inclusive, que adolescentes eram agenciadas pela "cafetina".

Fonte: CP

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) garantiu o direito de um ex-companheiro visitar o animal de estimação, mesmo após o rompimento de união estável entre o casal. A Quarta Turma do tribunal julgou um caso concreto nesta terça-feira, e a maioria votou pela garantia do direito à visitação.

No entendimento dos magistrados, apesar de os animais de estimação estarem juridicamente enquadrados na categoria de bens semoventes (passíveis de posse e propriedade), eles não podem ser vistos como meras “coisas inanimadas”. Por isso, ao analisar cada caso, devem ser considerados elementos como a proteção do ser humano e o vínculo afetivo estabelecido com o animal.

Apesar de garantir a convivência do ex-companheiro com o animal de estimação, os ministros do STJ descartaram a possibilidade de equiparar a posse de animais com a guarda de filhos, ou o reconhecimento de bichos como sujeitos de direito.

Com o julgamento, o colegiado manteve um acórdão do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) que fixou as visitas de um ex-companheiro à cadela em períodos como finais de semana alternados, feriados prolongados e festas de fim de ano. Mesmo sendo uma decisão tomada a partir de um caso específico, o julgamento abre precedente para outros casos semelhantes, segundo informou o STJ.

*Com informações da repórter Jéssica Moraes 

Sete pessoas, três mulheres e quatro homens, foram mortas a tiros durante a madrugada desta terça-feira em Viamão. Segundo informações preliminares da Brigada Militar (BM), a chacina ocorreu no bairro Vila Índio Jari.

Das sete vítimas, quatro foram mortas dentro de uma casa, quando criminosos armados invadiram o local atirando. As outras três pessoas foram assassinadas nas ruas Professor Cabral Freitas, Guarapari e Aranguará.   

Uma das vítimas chegou a ser encaminhada com vida a uma Unidade de Pronto Atendimento de Viamão, mas não resistiu aos ferimentos e faleceu. A BM relatou que cinco das sete vítimas teriam ligações com o tráfico de drogas ou com facções. Nenhum suspeito foi encontrado ou preso até o momento. O chefe da Polícia Civil, delegado Emerson Wendt, afirmou que cinco policiais irão reforçar efetivo que vai investigar o caso da chacina.