Dois homens foram mortos e duas pessoas ficaram feridas após um ataque com arma de fogo em frente ao Presídio Estadual de Candelária na manhã desta sexta-feira, 4. De acordo com informações da casa prisional, a ação ocorreu por volta das 9h30. Uma dupla armada tripulando uma motocicleta passou pelo local atirando e acabou baleando quatro pessoas. O atirador teria feito 15 disparos.

Um apenado usando tornozeleira eletrônica, identificado como Paulo Luís Welker, conhecido como Ximbé, estava na frente do presídio para realizar uma atualização do sistema de monitoramento. Ele estava acompanhado por um homem que conduzia o veículo e pela irmã. Outro detento que também era monitorado, identificado como Vilmar Gomes Rios, aguardava para fazer a atualização e foi atingido.

Paulo e o motorista do carro, que ainda não teve o nome divulgado, não resistiram aos ferimentos e morreram. O outro apenado e a irmã de Paulo ficaram feridos e foram encaminhados para o Hospital de Candelária.

 

Fonte: Gazeta On line

O Ministério da Integração Nacional concluirá, nesta sexta-feira, a entrega das 8.693 cestas de alimentos para atender municípios do Rio Grande do Sul afetados pelo período de estiagem. O chefe da divisão de monitoramento do Centro Nacional de Gerenciamento de Riscos e Desastres (Cenad), Tiago Schnorr, está no Estado para acompanhar e garantir a distribuição dos kits emergenciais às prefeituras, que está ocorrendo com o auxílio do governo estadual.

Schnorr explicou que o registro de chuvas abaixo da média, nos primeiros meses do ano, comprometeu a produção de pequenos agricultores da região. “Mesmo o período de estiagem não sendo um cenário frequente do Rio Grande do Sul, a Defesa Civil Nacional estava preparada e garantiu a alimentação da população afetada com o envio dos kits. Para essa distribuição, o estado prestou um grande auxílio”, disse o técnico do Cenad.

A medida tomada pelo Governo Federal destina-se aos 17 municípios com situação de emergência reconhecida no último mês devido à estiagem. O total de kits está sendo entregue às seguintes cidades: Pedras Altas (431), Hulha Negra (1.054), Piratini (1.160), Capão do Leão (62), Cerrito (65), Herval (604), Aceguá (11), Bagé (3.000), Morro Redondo (325), Pinheiro Machado (182), Santana da Boa Vista (100), Dom Feliciano (43), Cristal (219), São Jerônimo (1.053), Pedro Osório (40), São Gabriel (230) e Turuçu (114).

O reconhecimento federal de situação de emergência é o primeiro passo para que estados e municípios solicitem apoio da União. Para pedidos de recursos destinados às ações de respostas (socorro, assistência às vítimas, restabelecimento de serviços essenciais), o ente deve apresentar o Plano Detalhado de Resposta (PDR) o mais rápido possível para análise técnica da Defesa Civil Nacional.

Fonte: CP

O Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul negou nessa quinta-feira o envio de recurso de sócios da Boate Kiss ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) contra o pagamento de indenização de danos morais a duas sobreviventes do incêndio ocorrido na casa noturna em janeiro de 2013. De acordo com o TJ, cada uma receberá R$ 20 mil. A decisão foi proferida pelo desembargador Túlio Martins.   

Os sócios da Kiss foram condenados a pagar indenização às sobreviventes em junho de 2016. Em sua decisão, a juíza Eloisa Helena Hernandez, da 1ª Vara Cível Especializada em Fazenda Pública da Comarca de Santa Maria, explicou que "houve falha na prestação do serviço, diante da magnitude do evento danoso". "Há elementos suficientes a indicar que havia superlotação na casa noturna (somados somente o número de vítimas fatais, 242, e o número de feridos, 623, tem-se 865 pessoas, o que já extrapola o limite de lotação, que era 691 pessoas), que os extintores não funcionaram, que havia uma única saída de emergência, e que a espuma de vedação acústica utilizada era inadequada", afirmou a magistrada na sentença.

A tragédia 

O incêndio na boate Kiss – que fica na Rua dos Andradas, Centro de Santa Maria – começou por volta das 2h30min da madrugada de 27 de janeiro. O público participava de uma festa organizada por estudantes da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). A tragédia deixou 242 mortos.

Segundo testemunhas, o fogo teria começado quando um dos integrantes da banda Gurizada Fandangueira, que acabara de subir ao palco, lançou um sinalizador. O objeto teria encostado na forração da casa noturna. As pessoas não teriam percebido o fogo de imediato, mas assim que o incêndio se espalhou, a correria teve início.

Conforme relatos, os extintores posicionados na frente do palco não funcionaram. Em pânico, muitos não conseguiram encontrar a única porta de saída do local e correram para os banheiros. Aqueles que conseguiram fugir em direção à saída, ficaram presos nos corrimãos usados para organizar as filas. A boate foi tomada por uma fumaça preta e as pessoas não conseguiam enxergar nada. A maioria morreu asfixiada dentro dos banheiros ou na parte dos fundos da boate.

Fonte: CP

O trânsito começou de forma violenta após o feriado do Dia do Trabalho em Santa Cruz do Sul. Dois acidentes, no início da manhã, provocaram duas mortes em rodovias que passam pelo município. O primeiro ocorreu por volta das 7h na área urbana da BR 471, nas proximidades da entrada do bairro Santa Vitória, e envolveu a colisão entre um ônibus e um automóvel Scenic.

Dentro do Scenic estavam quatro pessoas, um casal e dois filhos da mulher. Janete dos Santos, 40 anos, que estava no banco do carona, morreu no local. Já o motorista do veículo, Ozi dos Santos, 34 anos, foi resgatado pelo Corpo de Bombeiros. Ele e a filha da vítima, Eduarda dos Santos, 18 anos, tiveram ferimentos e foram encaminhados a atendimento médico pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Eduarda e o irmão, Gabriel dos Santos, de 15 anos, já estavam fora do carro quando os bombeiros chegaram no local. 

A Brigada Militar informou que o ônibus seguia pela BR 471, em direção à Estação Rodoviária. Já o carro estaria saindo do trevo de acesso ao bairro Santa Vitória para ingressar na rodovia quando aconteceu a colisão. O trânsito no local enfrentou congestionamento, mas a situação normalizou por volta das 8h40min.

O outro acidente aconteceu por volta das 8h45min, no entroncamento da RSC 287 com a ERS 405, rodovia que dá acesso a Passo do Sobrado e Vale Verde, e provocou a morte de um motociclista. De acordo com o Pelotão Rodoviário da Brigada Militar, um caminhão Hyundai de pequeno porte, com placas IUH 4964, de Santa Cruz do Sul, vinha de Passo do Sobrado pela ERS 405. Ao ingressar na RSC 287, bateu em um Palio com placas IPX 3449, de Sinimbu, que seguia pela rodovia no sentido Santa Cruz/Venâncio Aires. Com o impacto, o caminhão acabou rodando e parou fora da pista.

Uma moto, com placa IRI 2922 de Santa Cruz do Sul, foi atingida e o condutor acabou morrendo. De acordo com a polícia, a vítima é Valmor Muller, 44 anos. Já o motorista do Palio ficou ferido e foi encaminhado para atendimento pelo Samu. O condutor do caminhão não teve ferimentos. 

Fonte: CP

Um acidente, registrado no começo da madrugada desta terça-feira, matou um homem e uma mulher em Eldorado do Sul. Segundo informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), o motorista perdeu controle da direção de um Kia Cerato e o carro saiu da pista, no km 142 da BR 290. 

A PRF informou ainda que as vítimas, com idades entre 20 e 22 anos, estavam acompanhados de uma adolescente, de 18 anos, a única sobrevivente do acidente. Ela foi socorrida e encaminhada ao hospital mais próximo. O carro, emplacado em Butiá, seguia no sentido Capital-interior. 

Abril termina com instabilidade no RS

Segunda, 30 Abril 2018 10:32

O último dia de abril terá muitas nuvens no Rio Grande do Sul por conta da atuação de áreas de instabilidade no Estado. Há expectativa de chuva na maioria das regiões, mas as precipitações devem ser irregulares. Onde menos se espera instabilidade é mais para o Norte gaúcho. A MetSul alerta para o risco de chuva localmente forte a intensa, não se descartando temporais isolados de vento forte.

Apesar da instabilidade, aberturas de sol entre as nuvens podem ocorrer em pontos do Rio Grande do Sul. E mesmo que a temperatura suba menos, o abafamento persiste. A máxima no Estado será em Santa Rosa, onde poderá fazer 34°C. Porto Alegre terá uma segunda-feira de sol e chuva, com temperatura variando entre 22°C e 28°C.

Mínimas e máximas pelo RS:

Porto Alegre 22°C / 28°C

Caxias 18°C / 25°C

Torres 21°C / 28°C

Erechim 17°C / 29°C

Santa Rosa 20°C / 34°C

Passo Fundo 17°C / 29°C

Santa Maria 21°C / 27°C

Santiago 20°C / 27°C

Uruguaiana 22°C / 29°C

Bagé 19°C / 23°C

Pelotas 20°C / 26°C

Fonte: CP

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) e Brigada Militar apreenderam, no fim da manhã deste sábado, uma kombi carregada de cigarro contrabandeado em Sarandi, no Norte gaúcho.

A ação integrada de combate ao crime começou com a identificação do veículo suspeito. que era conduzido pela ERS 324, em direção a Passo Fundo. Feita a abordagem do veículo, os agentes encontraram aproximadamente 35 mil maços de cigarros de origem estrangeira.

O motorista foi preso em flagrante por contrabando e a carga, apreendida. A ocorrência foi registrada na Polícia Federal de Passo Fundo.

Fonte: CP

 

Nesta sexta-feira aconteceu a final do concurso Miss Rio Grande do Sul. A Miss Eldorado do Sul, Leonora Weimer é a nova Miss Rio Grande do Sul.

Foram quatro dias de reality show no programa de TV para escolher a representante do Estado no Miss Brasil Be Emotion 2018. As 11 semifinalistas foram entrevistadas pelos jurados e receberam notas. Das onze garotas classificadas para a grande final do Miss Rio Grande do Sul 2018, uma delas foi a Miss Itaara, Natália Fantinel Dias, mas ela não conseguiu ficar entre as Top 5.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) realizou, nesta quinta-feira, a maior apreensão de maconha da história do Estado: Foram três toneladas do entorpecente recolhidas em operação na BR 386, em Lajeado, depois de os policiais rodoviários abordarem o motorista de um caminhão bitrem com placas de Iraí.

Conforme a PRF, o homem, de 50 anos, informou que não possuía carga na carreta. Após verificação da documentação do veículo e do motorista, os policiais desconfiaram de algumas informações prestadas pelo motorista. Ao analisar a carroceria, a PRF encontrou grande quantidade de pacotes com maconha, com peso total estimado em cerca de 3 toneladas.

Preso em flagrante, o motorista, que é morador de Uruguaiana, informou que pegou o veículo em Iraí e receberia R$ 10 mil pelo transporte até a região metropolitana de Porto Alegre. Ele responderá pelo crime de tráfico de entorpecentes. O homem, a carreta e a droga foram encaminhados à Delegacia de Polícia Federal em Santa Cruz do Sul.

Fonte: CP

O Centro Estadual de Vigilância Sanitária implementou processo administrativo sanitário para investigar a atuação de uma indústria de medicamentos clandestina em Santa Rosa, no Noroeste do Estado. Na terça-feira (24), equipes da Vigilância Sanitária de Santa Rosa e da 14ª Coordenadoria Regional de Saúde (CRS) fizeram vistoria no local, a partir de denúncia feita ao Centro Estadual e ao Conselho Regional de Farmácia.

Na vistoria à indústria, instalada junto a um consultório naturalista, as equipes identificaram que a produção e armazenamento ocorriam em local inadequado, sem controle de temperatura e umidade. Os produtos não possuíam número de lote, data de fabricação e validade. A indústria não possui licença sanitária, autorização da Anvisa, registro de produtos fabricados, nem farmacêutico responsável técnico. Izolete Anna de Souza, farmacêutica fiscal sanitária da 14ª CRS, revela alguns produtos constavam nome de profissionais, porém, não registradas no Conselho Regional de Farmácia. “Portanto, o número indicado nos rótulos era falso”, destaca.

A empresa foi interditada, os produtos apreendidos e o proprietário vai responder processo administrativo sanitário. A indústria operava em imóvel localizado no centro do município.

Fonte: CP