O Detran divulgou nesta manhã os números referentes à Operação Viagem Segura de Dia das Mães. Conforme os números atualizados, foram dez mortes registradas nos três dias da operação no Rio Grande do Sul, contra 12 no mesmo período no ano passado. Além disso, 101 pessoas ficaram feridas em um total de 76 acidentes (com vítimas fatais ou feridos).

Foram aplicadas 4.807 multas, sendo 36 autuações por embriaguez ao volante. Outros 80 condutores foram multados por se recusarem a fazer o teste do etilômetro. Também foram recolhidos 312 veículos e 132 carteiras de habilitação entre sexta-feira (11) e a meia-noite desse domingo (13).

No total, 12.811 veículos foram fiscalizados nas vias municipais, estaduais e federais do Rio Grande do Sul.

Uma colisão frontal entre um carro e um caminhão matou cinco pessoas da mesma família, na noite deste sábado, na ERS 223, em Ibirubá, no Noroeste do Estado. Conforme o Comando Rodoviário da Brigada Militar (CRBM) o acidente ocorreu no km 77 da rodovia. Todas as vítimas estavam em um Ford Focus com placas de Passo Fundo.

As vítimas foram identificadas como Ângelo Airton Alves Correa, 51 anos, Dirceu Alves Corrêa, 58 anos, que eram irmãos. Também faleceram as esposas, Regina Aparecida de Lima, 51 anos, e Isaltina Rosa de Lima, 52 anos. A quinta vítima foi uma criança, neto de um dos casais, identificada como Mateus de Lima Caciamani, de 9 anos.

Fonte: CP

Um ônibus com placas de São Miguel do Oeste, Santa Catarina, tombou em uma ribanceira na madrugada neste domingo ao sair da pista no Km 1 da BR 386, em Iraí, na região Norte do Rio Grande do Sul. O motorista, que chegou a ficar preso nas ferragens, morreu no local e duas pessoas em estado grave foram encaminhados ao Hospital Nossa Senhora Auxiliadora de Iraí/RS. O condutor ficou presos as ferragens.

Os demais 24 passageiros e um segundo motorista sofreram escoriações leves e também foram encaminhados para o hospital de Iraí. As causas do acidente ainda são desconhecidas. O ônibus levava torcedores do Tricolor da cidade Cunha Porã, que fica a aproximadamente 50 quilômetros da cidade da fronteira Norte gaúcha, que haviam assistido o Gre-Nal de sábado, na Arena.

Fonte: Rádio Guaíba

O surto de toxoplasmose que atinge a cidade de Santa Maria, na área central do Rio Grande do Sul, é o maior no mundo. A afirmação é do médico oftalmologista gaúcho Cláudio Silveira, que tem um centro de referência em tratamento de toxoplasmose em Erechim. Segundo ele, os números de casos confirmados e em análise superam os quase 500 registrados na cidade de Santa Isabel do Ivaí, em 2002, no Paraná. Até então, esse surto no município paranaense era o recordista de casos de toxoplasmose.

Para Silveira, a diferença no número de habitantes e o surgimento de novos casos faz com que o surto em Santa Maria possa ser considerado o maior da doença no mundo. “O outro surto na cidade paranaense de Santa Isabel do Ivaí, que era considerado o maior do mundo, tinha 600 pessoas envolvidas. Vários pesquisadores, cada um tem um número, mas não passavam de 600 casos. Em Santa Maria tem oficiais 219 casos, mas tem laboratórios extra-oficiais tão confiáveis quanto o do Lacen e, com isso, o número já chega a mais de 500 com laboratório. Se fala até em 800 casos. Santa Isabel do Ivaí (PR) tinha 6 mil habitantes. Porém, agora, nós temos uma cidade com mais de 200 mil habitantes”, afirma.

O especialista afirma que 85% das pessoas que foram contaminadas não vão ter nada. Entretanto, por ser uma cidade do tamanho de Santa Maria, 10% a 15% delas vão ter os sintomas em alguma época da vida. Silveira exemplifica que algumas poderão daqui um tempo ter uma lesão em um olho e podem ficar cegas em decorrência dessa doença.

Outro fator apontado pelo especialista é o fato de que novos pacientes com toxoplasmose ainda estão surgindo em Santa Maria. Autoridades confirmam que em 19 dos 42 bairros da cidade registraram casos da doença.

Conforme o último boletim divulgado pelo Governo e a Prefeitura de Santa Maria, existem 792 casos notificados na cidade, 617 foram considerados suspeitos e, desses, 218 foram confirmados, até o momento, com a contraprova em laboratório. Outros 70 foram descartados e 319 seguem em investigação. Ainda conforme o boletim, 20 dos exames confirmados são de gestantes.

Fonte: Rádio Guaíba

Chuvas registradas entre ontem em hoje somaram 83 milímetros e alagaram ruas e avenidas de Uruguaiana, na fronteira Oeste. A Defesa Civil informou que algumas casas chegaram a ser invadidas pela enxurrada. Máquinas da Secretaria Municipal de Infraestrutura Urbana e Rural foram utilizadas para desobstruir valas e bueiros, na tarde desta quinta-feira. O coordenador da Defesa, Paulo Woutheres, salienta que a principal causa de entupimento dos pontos de escoamento de água é o volume de lixo jogado em via pública.

Pelo menos três casas foram afetadas: duas tiveram telhas de zinco furadas e receberam lonas e uma ficou alagada parcialmente, devido ao desnível da construção. Os bairros mais atingidos foram o Cidade Nova, Cabo Luiz Quevedo, Olga Ibarra, Áreas Verdes e Loteamento Dona Laura. Na área rural, além dos danos em estradas vicinais, a colheira de arroz teve de ser suspensa, atrasando ainda mais o ciclo.

Em Barra do Quaraí, de acordo com a Defesa Civil do município, três famílias solicitaram lonas para cobrir telhados avariados pelo temporal. Itaqui registrou chuvas, raios e trovoadas, mas sem dano expressivo.

Um ônibus fretado que viajava de São Paulo para Porto Alegre pegou fogo no final da madrugada desta quinta-feira em Joinville, em Santa Catarina. O coletivo, que transportava 22 passageiros entre brasileiros e estrangeiros, ficou totalmente destruído. Não houve feridos.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o ônibus teve um problema mecânico que acabou originando o fogo enquanto passava pelo km 19 da BR 101. O veículo ficou estacionado no acostamento, enquanto os bombeiros tentavam controlar as chamas.

A rodovia ficou parcialmente bloqueada no trecho, ocasionando congestionamento.

Fonte: CP

A Polícia Federal apreendeu, em Santa Maria, um notebook, um pendrive e um HD durante mandado de busca e apreensão. A ação faz parte da operação Bravata que investiga crimes praticados na internet, como racismo, ameaça e terrorismo. O conteúdo encontrado nos eletrônicos apreendidos não foi divulgado pela Polícia Federal.

Além de Santa Maria, a operação foi deflagrada em Curitiba (PR), no Rio de Janeiro (RJ), em São Paulo (SP), Recife (PE) e Vila Velha (ES). Ao todo, estão sendo cumpridos um mandado de prisão e oito de busca e apreensão por 60 policiais federais.

A investigação teve início com base em fatos que ocorreram após a deflagração da Operação Intolerância, em 2012, quando foi verificado que outras pessoas, aparentemente associados àqueles que haviam sido presos na operação, continuaram a praticar crimes por meio dos mesmos sites e fóruns na internet que costumavam utilizar, tendo inclusive criado novos ambientes virtuais para a prática destes delitos.

Os investigados vão responder pelos crimes de associação criminosa, ameaça, racismo e incitação ao crime, tendo em vista que nos sites e fóruns mantidos na internet incentivam a prática de diversos crimes, como o estupro e o assassinato de mulheres e negros. Além disso, são suspeitos de terrorismo.

De acordo coma PF, há indícios de que os alvos da operação foram responsáveis por ameaças de bomba encaminhadas a diversas universidades do País. A soma das penas dos crimes investigados podem chegar aos 39 anos de prisão.

Fonte: CP

O Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer) é responsável pela construção de uma rótula fechada no entroncamento da ERS-400 com a RSC-287, em Candelária. Iniciada em março, a obra faz parte do Contrato de Restauração e Manutenção (Crema) de Santa Maria-Cachoeira do Sul e tem investimento aproximado de R$ 1,5 milhão.

No segmento, já foram executados serviços de drenagem e de terraplenagem. Atualmente, o trecho está sendo pavimentado. A próxima etapa será a execução de obras complementares e, depois, será implantada a sinalização horizontal e vertical. “A expectativa é de que a rótula melhore o fluxo de veículos e, consequentemente, reduza o número de acidentes que ocorrem na rodovia”, explicou o diretor-geral do Daer, Rogério Uberti.

Os motoristas, que hoje utilizam a pista central da RSC-287, devem começar a trafegar nos dois sentidos da rodovia por meio das alças laterais da rótula. Já quem ingressar na estrada pela ERS-400, vai contornar a intercessão. E quem quiser entrar na última rodovia, em direção a Sobradinho, deve dobrar à direita e, se precisar trafegar no sentido contrário, contornar o trevo.

A nova rótula integra a fase de manutenção especial do Crema, que consiste na recuperação das obras realizadas no primeiro e segundo anos do contrato. O prazo oficial de término é o início de 2019, porém, há a possibilidade de que a intercessão seja concluída antes desse período. Após a finalização, o consórcio entre Della Pasqua, Continental, Conpasul e Sultepa, responsável pela execução do contrato na região, deve manter o segmento em boas condições de trafegabilidade até 2021.

Ao todo, as obras do Crema Santa Maria-Cachoeira do Sul abrangem 251,26 quilômetros, com investimento de R$ 158,17 milhões, com recursos financiados junto ao Banco Mundial (Bird). As rodovias contempladas são RSC-287, ERS-149, ERS-348, ERS-511, VRS-804, ERS-400 e RSC-481.

Programa Crema

Além do lote Santa Maria-Cachoeira do Sul, o Crema está em atividade nas regiões de Passo Fundo, Erechim e Serra. A duração do contrato é de cinco anos. No primeiro, ocorrem as obras de restauração do pavimento, drenagem e sinalização das rodovias; nos quatro restantes, os mesmos trechos passam por serviços rotineiros de manutenção. Desde janeiro de 2015, o investimento já soma R$ 380 milhões.

Acordo de Resultados

O Crema integra o Acordo de Resultados 2018, assinado por todas as secretarias e vinculadas, que consiste no acompanhamento dos projetos definidos como prioritários para serem executados pelo governo do Estado. Os compromissos firmados envolvem o planejamento de indicadores de desempenho, ações e eficiência da gestão.

Essa rede de governança prioriza as demandas da sociedade com intuito de construir um governo mais eficiente na aplicação de recursos, mais ágil e menos burocrático, que, de forma transparente, dialogue com a população e entregue serviços de qualidade.

Uma lista com consumidores que sofrem com falhas de conexão de internet e telefonia celular no interior do Rio Grande do Sul chegou nesta semana ao Ministério Público Federal. A listagem é resultado de um ano e meio de trabalhos da Comissão de Agricultura da Assembleia Legislativa.

O deputado Elton Weber (PSB) entregou ao Procurador da República Estevan Gaviolli a lista com 115 contatos de usuários dos municípios de Brochier, Montenegro e Salvador das Missões que pagaram por um sinal que não conseguem usar. A expectativa é de que o MPF abra uma investigação sobre os serviços contratados e os realmente prestados pelas telefônicas aos consumidores.

O levantamento teve colaboração de sindicatos de trabalhadores rurais e vereadores. Durante os trabalhos da Comissão, as companhias de telefonia, a Anatel e o Procon foram procurados, mas não houve resultados até o momento, de acordo com o parlamentar.

Segundo Weber, uma das dificuldades dos órgãos competentes é a formalização das denúncias dos consumidores, já que muitos não recorrem aos Procon, nem à Anatel. Com essa listagem, é possível que mais consumidores busquem direitos e que o Ministério Público, em âmbitos federal e estadual, além da Anatel, possam aplicar medidas contra as teles.

“Reunimos os contatos somente dessas cidades porque a solicitação foi prontamente viabilizada. As comunidades já vinham reclamando do problema. Ao ligar para os 0800, os clientes não conseguem solucionar o problema de conexão de internet ou falta de rede de telefonia”, esclarece.

Nesta semana, o deputado participou de uma reunião preparatória para o seminário sobre telefonia móvel, previsto para o início do segundo semestre pelo Ministério Público Estadual (MPE). O grupo também trabalha na elaboração de uma campanha de esclarecimento sobre os direitos dos consumidores, especialmente no meio rural.

Fonte: CP

Um homem, de 60 anos, foi preso nessa quinta-feira em Sobradinho, na região Centro Serra, como suspeito de estuprar a filha, uma sobrinha e uma criança com síndrome de Down.  

A delegada Graciela Foresti Chagas, da Delegacia de Polícia de Sobradinho, relatou que o homem estuprou e engravidou a sobrinha quando ela tinha 14 anos. Recentemente, ele teria passado a abusar da criança que nasceu da relação, que tem oito anos. 

De acordo com a Polícia Civil, o homem já esteve preso por estuprar uma criança com síndrome de Down, em Estância Velha. Para tentar despistar a Polícia Civil, o suspeito foi até uma rádio local na manhã dessa quinta e contratou anúncios fúnebres da própria morte. A falsa comunicação foi constatada e ele foi detido. O suspeito ainda se considera um bruxo e afirma trabalhar com magia.

Fonte: CP