O sinal de TV analógica será desligado no dia 31 de janeiro de 2018 nas capitais dos três estados da Região Sul – Curitiba, Florianópolis e Porto Alegre. Nesta segunda-feira, o presidente da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), Juarez Quadros, entrega kits gratuitos de TV digital a beneficiários de programas sociais em Florianópolis. Compostos por conversor de sinal, antena e controle remoto, os kits destinam-se a famílias inscritas no Cadastro Único do Governo Federal. A previsão é que sejam distribuídos até 50 mil unidades no estado de Santa Catarina. Além das capitais, a TV analógica será desligada no dia 31 de janeiro em mais quatro municípios catarinenses, em 26 do Paraná e em 88 do Rio Grande do Sul.

Segundo o cronograma do Grupo de Implantação do Processo de Distribuição e Digitalização de Canais de TV e RTV (Gired), ligado ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações, as próximas capitais onde o sinal será desligado são Aracaju e Belém. A previsão de desligamento é para o dia 31 de maio. O sinal analógico de TV deve estar totalmente desligado no país até o final de 2018.

De acordo com a Anatel, o desligamento do sinal analógico “permite a liberação da faixa de 700 MHz (4G) para transmissões de banda larga e telefonia móvel, com velocidade de conexão e melhor recepção em ambientes fechados”.

Fonte: CP

Um acidente com um caminhão carregado de pré-moldados provocou a morte de Lione de Souza Bueno, 32 anos, na manhã desta segunda-feira. O veículo bateu num barranco e capotou no distrito de Bom Plano, interior de Vista Gaúcha, no Noroeste do Rio Grande do Sul. Segundo a polícia, o motorista teria perdido o controle em uma curva. O rodado dianteiro do caminhão foi parar 40 metros distante do local do acidente.

Outras duas pessoas ficaram feridas. Manoel da Silva, 32 anos e Leonel Moreira de 20 anos estão internados no Hospital Santo Antônio de Tenente Portela e foram submetidos a cirurgias, em razão dos ferimentos que sofreram na bacia e braço.

Fonte: CP

Os motoristas do carro e do ônibus que colidiram no Vale do Rio Pardo, na manhã deste domingo, permanecem internados em hospitais da região. O condutor do veículo Fiat Uno, Jonatân Medeiros Efel, recebe atendimento no Hospital Regional do Vale do Rio Pardo e vai passar por uma cirurgia nas pernas, mas ainda não há previsão para a realização do procedimento. De acordo com a instituição, o quadro de saúde é estável.

Já o motorista do ônibus fretado, que levava um time de futebol amador feminino de Rio Pardo para participar de um campeonato intermunicipal, está internado no Hospital Santa Cruz, em Santa Cruz do Sul. Valter Leandro Linhares também vai precisar de uma cirurgia em uma das pernas, pois ficou preso nas ferragens. De acordo com os proprietários da empresa Derli Turismo, o condutor passa bem.

A colisão ocorreu no km 133 da RS 287, na altura de Candelária – local onde as integrantes do time de futebol iriam jogar. No total, 24 pessoas foram atendidas no hospital do município, mas apenas os motoristas sofreram lesões graves. Os passageiros apresentaram ferimentos leves e foram liberados. Havia 36 pessoas dentro do coletivo.

O acidente, segundo apuração inicial do CRBM, ocorreu porque o Uno (com placas de Canoas) invadiu a pista contrária, fazendo com que o ônibus (com placas de Rio Pardo) perdesse o controle e tombasse em um barranco. A ajuda dos bombeiros foi necessária para remover o condutor do Uno e alguns passageiros do ônibus que ficaram presos nas ferragens.

Fonte: CP

Cerca de 100 quilos de maconha foram apreendidos na madrugada de sábado pela Polícia Rodoviária Federal na BR 290, em Uruguaiana. A apreensão em um Chevrolet Vectra, com placas de Santa Catarina, ocorreu em frente ao posto da PRF.

A droga estava distribuída em tijolos dentro do porta-malas. Havia ainda no carro um maçarico, que costuma ser empregado no arrombamento a caixas eletrônicos. Conforme os policiais rodoviários federais, o veículo era ocupado por um casal e duas crianças, visando passar a imagem de uma família em passeio.

Um veículo Peugeot também com placas de Santa Catarina foi apreendido em seguida pela polícia próximo a um trevo de acesso à cidade. No veículo haviam três ocupantes que primeiramente alegaram não conhecer os ocupantes do Vectra, mas depois um deles admitiu serem cúmplices. Diante da ligação entre os ocupantes dos dois veículo, todos os adultos foram presos por tráfico de drogas e conduzidos até a Polícia Civil de Uruguaiana. As duas crianças foram entregues a um familiar.

A ocorrência decorre de trabalho de  investigação na região de fronteira do Rio Grande do Sul realizado pela PRF buscando ampliar o combate ao crime.

A Ouvidoria do Tribunal de Contas do Estado (TCE-RS) lança, na próxima segunda-feira (11), a edição 2017 do Diagnóstico das Ouvidorias Públicas no Rio Grande do Sul. O estudo mapeia o funcionamento, a composição, a forma de relacionamento com os cidadãos, além de outros aspectos que garantem os meios necessários para a atuação satisfatória desses canais de comunicação. Também avalia a situação dos órgãos públicos em relação aos requisitos da Lei de Participação e de Defesa dos Usuários dos Serviços Públicos, que entrará em vigor a partir de 2018, e que estabelece uma série de critérios para o atendimento das demandas da população.

O lançamento do Diagnóstico acontece a partir das 14h, durante o 1º Encontro de Ouvidorias Públicas, no auditório Romildo Bolzan, localizado no prédio sede do TCE-RS. O evento é voltado para gestores e servidores públicos municipais e estaduais, e tem como objetivo oferecer subsídios para o aprimoramento dos serviços públicos, além de estimular a instalação e o fortalecimento das Ouvidorias nos Municípios gaúchos.

Na programação estão previstas as palestras do jornalista Eugênio Bucci, membro do Instituto de Estudos Avançados da Universidade de São Paulo (USP) e colunista do jornal O Estado de São Paulo e da Revista Época, e do Secretário de Transparência e Controladoria de Porto Alegre, Sandro Bergue. Durante o Encontro será assinado o Termo de Cooperação entre Poderes e Órgãos do Estado do Rio Grande do Sul para criação da Rede de Ouvidorias Públicas do Estado.

A iniciativa tem a participação da Assembleia Legislativa, Defensoria Pública, Ministério Público de Contas, Tribunal de Justiça e do Tribunal de Justiça Militar.

 

Acesse aqui a programação http://portal.tce.rs.gov.br/portal/page/portal/noticias_internet/textos_diversos_pente_fino/cartaz_encontrodeouvidorias.pdf

As inscrições podem ser realizadas neste link http://www1.tce.rs.gov.br/portal/page/portal/tcers/institucional/esgc/inscricoes_abertas

 

O Partido dos Trabalhadores do Rio Grande do Sul (PT-RS), anunciou na tarde deste sábado, a candidatura de Miguel Rossetto para governador do Estado, por aclamação.

Além dele, também foi confirmada a tentativa de reeleição de Paulo Paim. Além disso, Luiz Inácio Lula da Silva foi ovacionado numa corrente de aprovação por seu nome para concorrer à presidência.

Após o anúncio, o senador Paulo Paim discursou, explicando que a escolha de não concorrer ao Senado foi da própria ex-presidente Dilma, pois senão ele cederia o lugar. "Uma presidente eleita com 54 milhões de votos escolhe o cargo que ela quiser", frisou.

Projetando as eleições, Paim reforçou a força de Lula e projetou três cenários políticos possíveis até 2019. "Eles têm três problemas: o número 1, prendam o Lula e pode ter certeza que o mundo todo vai montar comitês pela liberdade de Luiz Inácio Lula da Silva. Nós estaremos juntos lutando. Vai ser o novo Nelson Mandella", frisou.

"A hipótese dois: resolvem cassar os direitos políticos do Lula. Vai ser cabo eleitoral de luxo, o mais disputado da história da Humanidade", projetou Paim. "Com ele viajando o país, eu quero ver Olívio Dutra ou Tarso Genro eleitos presidentes se for necessário", comentou o senador.

Caso o ex-presidente seja liberado pela Justiça, Paim afirmou que não teme a oposição. "O PSDB pode vir com o Dória, com o Aécio. Venham com o Temer, no PMDB. E tem esse cara que não vou dizer o nome. Pode vir, que venha. Se preparem, pois em janeiro de 2019 todos aqui vão subir a rampa com Luiz Inácio Lula da Silva presidente da República desse país."

Fonte: Correio do Povo

*Com informações do repórter Lucas Rivas

Um refém foi morto após assalto a duas agências bancárias em Arvorezinha, no Vale do Taquari, na tarde desta quinta-feira. O corpo foi encontrado pela Brigada Militar ao lado de um dos carros usados pelos criminosos na fuga, que acabou incendiado. 

No começo da tarde, criminosos atacaram as agências da Caixa Econômica Federal e do Banco do Brasil do município. Para deixar as agências, eles usaram reféns como escudo humano. Os assaltantes ainda tentaram entrar em uma agência do Sicredi, mas não conseguiram. As três agências ficam na mesma avenida, no centro da cidade.

Três reféns foram levados pelos criminosos, que trocaram tiros com a polícia. Segundo a Brigada Militar, dois criminosos foram baleados no tiroteio, mas conseguiram fugir. Uma funcionária de um dos bancos ficou ferida e foi encaminhada para atendimento. A identidade da vítima fatal ainda não foi confirmada.

Fonte: Rádio Guaíba

A Assembleia Legislativa aprovou, na tarde desta quarta-feira, o orçamento do governo do Rio Grande do Sul para 2018. Foram 26 votos favoráveis contra 14 contrários à Lei Orçamentária Anual, que prevê rombo de R$ 6,9 bilhões. A arrecadação é estimada em R$ 63,2 bilhões, enquanto o gasto previsto chega a R$ 70,1 bilhões.

O orçamento está de acordo com a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), que prevê congelamento de salários pelo terceiro ano seguido. A correção proposta para 2018 é, mais uma vez, de 3% – suficiente apenas para cobrir o crescimento vegetativo da folha de pagamento de pessoal e de 0% em custeio para todos os Poderes e instituições. Entretanto, Judiciário e TCE enviaram projetos que pedem reajuste de 5,58% para os servidores. Essas pautas serão apreciadas somente em 2018.

 

Conforme o deputado Gabriel Souza, líder do governo na Assembleia, o orçamento é realista. Ele ainda apelou para que os parlamentares aprovem a proposta de renegociação da dívida do Estado com a União em votação nas últimas semanas de dezembro. “Para que possamos perseguir a saúde financeira, é necessária a aprovação do projeto de adesão ao Regime de Recuperação Fiscal. De nada adianta contemplar emendas que visam interesses públicos se o governo não vai poder cumprir”, ressaltou. A proposta, contudo, depende também da aprovação do Tesouro Nacional, que inicialmente negou o pré-acordo.

 

Da oposição, o deputado Pedro Ruas disse que o governo não está sendo claro com as contas públicas, citando a rejeição da Secretaria do Tesouro Nacional à argumentação do Estado a respeito de gasto de 70,2% do orçamento com gastos de pessoal e serviço da dívida com a União. “Fui contra o orçamento porque o governo vem apresentando números falsos”, declarou.

A próxima etapa de votações na Assembleia vai englobar pautas polêmicas, como o projeto de lei complementar de adesão ao Regime de Recuperação Fiscal, três propostas de emenda à Constituição para derrubar a obrigatoriedade de realização de plebiscito para privatizar a CEEE, Sulgás e CRM e dois projetos do IPE, a respeito de alterações no regime de previdência dos servidores.

Fonte: CP

A soja atinge 70% de área semeada no Estado, um índice pouco abaixo do verificado no ano passado neste mesmo período. Segundo o Informativo Conjuntural da Emater/RS-Ascar, divulgado nesta quinta-feira (30/11), as lavouras se apresentam bem emergidas, com o desenvolvimento inicial das plantas considerado muito bom, folhas largas e coloração verde intensa, além de boa distribuição de plantas.

Já o plantio do arroz, está praticamente concluído no Rio Grande do Sul, restando poucas e pequenas áreas, principalmente, nas regiões Central e Planície Costeira externa. A exemplo do ocorrido no ano passado, os orizicultores praticamente encerraram, nesta safra, o plantio dentro da janela favorável. O manejo e o desenvolvimento inicial das lavouras seguem sem sobressaltos, tendo em vista as condições favoráveis do clima e a boa disponibilidade de água acumulada para a irrigação. Entretanto, os produtores começam a ficar atentos com as baixas temperaturas registradas em regiões ao Sul do Estado, durante as madrugadas; não raro ficando em torno dos 10ºC.

Com 98% da área total de milho semeada neste momento, 33% estão em fase de desenvolvimento vegetativo; 38%, em floração; 29%, em enchimento de grãos. Nas regiões das Missões e Fronteira Noroeste, inicia a colheita de milho verde para a venda direta ao consumidor e subsistência das propriedades. O clima com chuvas semanais e períodos de tempo ensolarados vem contribuindo para o bom desenvolvimento das plantas e enchimento dos grãos, provocando otimismo nos produtores em relação à produtividade esperada.

Já foi iniciada a colheita do feijão primeira safra em boa parte das zonas de produção, demonstrando, nesse início, boa produtividade e qualidade. Em outras regiões, a cultura segue com bom desenvolvimento, com lavouras sadias e com potencial produtivo elevado. Nessa última semana, as condições climáticas, em especial as noturnas, têm preocupado os agricultores, pois as noites frias, nessa época, podem comprometer o desenvolvimento da cultura.


Grãos de Inverno

Na próxima edição do Informativo Conjuntural, serão divulgados os dados finais da safra da cultura de inverno no Estado e o levantamento dos prejuízos na cultura do trigo. A canola está com a colheita finalizada e, neste ano agrícola, apresentou vários problemas que vêm desestimulando a continuidade da cultura em algumas regiões.

As lavouras de cevada, estão em finalização de colheita, restando poucas áreas a serem terminadas. A cultura foi bastante afetada pelas condições climáticas, o que levou muitos produtores a solicitarem Proagro. Outra cultura com colheita concluída é da aveia branca. Devido à baixa qualidade do produto desta safra, há grande procura pelo estoque da safra anterior, que apresentou excelente qualidade, aquecendo o mercado para o produto do ano passado.

Três pessoas perderam a vida ao amanhecer de sábado em um acidente de trânsito no km 44 da ERS 239, em Parobé. No trecho da rodovia ocorreu a colisão frontal ente um Fiat Palo Weekend e uma Chevrolet Blazer. As três vítimas fatais, ainda não identificadas, estavam no primeiro veículo. O Comando Rodoviário da Brigada Militar (CRBM) foi acionado na ocorrência.

Em Guaíba, a colisão frontal envolvendo um Fiat Uno e um caminhão Mercedes-Benz resultou em uma morte no início da manhã de sábado no km 301 da BR 116. O motorista do automóvel teve óbito e não foi ainda identificado. No local ocorrem obras de duplicação da rodovia. A Polícia Rodoviária Federal foi mobilizada.

Em Porto Alegre, um motoboy morreu na noite de sexta-feira na avenida Wenceslau Escobar, na rótula com avenida Pereira Passos, no bairro Tristeza. A vítima foi identificada como Vinicius Rodrigues 25 anos. A Brigada Militar atendeu a ocorrência.

Fonte: CP