Dilma deve disputar Senado pelo estado de Minas Gerais

Sexta, 06 Abril 2018 14:40 Publicado em Nacional

Enquanto a cúpula do PT se reunia após a expedição do mandado de prisão de Lula, expedido por Sérgio Moro, o réu e a ex-presidente Dilma articulavam sua futura candidatura pelo Senado de Minas Gerais. A petista deve mudar seu endereço eleitoral ainda nesse sexta-feira, quando será feito o anúncio oficial da candidatura. As informações são da Folha de São Paulo. 

Dilma e outros líderes do partido passaram o dia reunidos com Lula na sede do Sindicato dos Metalúrgicos de São Bernardo do Campo, no ABC Paulista, onde o ex-presidente começou sua carreira política. Jornalistas e manifestantes permaneciam do lado de fora do prédio, enquanto Lula permaneceu na sala da presidência do sindicato.

Dilma afirmou que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva vai saber enfrentar o momento. "Ele é uma pessoa íntegra, forte e corajosa", disse a petista. Ela também pregou "resistir" ao golpe iniciado com seu impeachment, sem deixar claro se isso incluía Lula recusar o deslocamento para Curitiba. "Estamos aqui resistindo. Vamos continuar resistindo, de pé e com coragem", projetou.

Fonte: CP

Última modificação em Sexta, 06 Abril 2018 14:42