Brigada Militar solicita cancelamento do Carnaval de Rua de Rosário do Sul

Segunda, 12 Fevereiro 2018 18:08 Publicado em Policia

O Carnaval de Rua de Rosário do Sul pode não acontecer este ano. Isso porque o comandante do 3º Esquadrão da Brigada Militar, capitão Magno Siqueira, solicitou em ofício à prefeita de Rosário do Sul, Zilase Rossignollo Cunha, o cancelamento da folia no município. Os motivos seriam o baixo efetivo da BM, falta de reforços e de segurança privada, bem como irregularidades de veículos durante a festa.

O consumo de bebidas alcoólicas e os casos de embriaguez ao volante também foram apontados no documento como agravantes da situação. O Capitão deixou ciente de que se a festa prossiga, a responsabilidade será da Administração Municipal. “Solicito a Vossa Senhoria o cancelamento do carnaval, pois não existe segurança necessária, mas caso vossa senhoria decida manter o evento fica ciente de suas responsabilidades como organizadora. Este oficial já informou o Comando do Regimento e informará também o Ministério Público para providências”, segundo o documento, referindo-se à prefeita Zilase Rossignollo Cunha (PTB).

A falta de contratação de segurança privada por parte da prefeitura também é citada no documento, além da questão de veículos rebaixados com som no local, que dificultariam o trabalho do policiamento. “A Brigada Militar teve que recolher diversos veículos no local, dificultando assim a segurança, pois estas medidas administrativas empenham um grande efetivo, e um tempo relativamente importante para que os policiais foquem em outros riscos, como brigas generalizadas que aconteceram”, cita o documento.

No ofício também é lembrado o fato de ter sido acertado com a prefeitura que o som não poderia ultrapassar às 5h da madrugada. Porém, no momento que foi desligado a população teria reclamado com a Brigada Militar, e acabou proferindo ofensas aos policiais, que não possuíam efetivo para garantir sua integridade. “Considerando que muitos indivíduos tumultuavam e desrespeitavam a Polícia Militar, dificultando assim a instituição da segurança adequada e que muitos condutores estavam dirigindo totalmente embriagados, circulando com crianças”, completa o texto.

O Capitão Siqueira informou que a BM possui apenas 13 soldados para garantir a integridade de aproximadamente 10 mil pessoas, número que se aglomeraria nas imediações do Carnaval de Rua que termina amanhã em Rosário. 

Três pessoas são esfaqueadas em Carnaval de Rosário do Sul

Uma briga registrada na madrugada desse domingo, em Rosário Do Sul, terminou com três pessoas feridas. Uma delas ficou em estado grave e foi parar na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) do Hospital Nossa Senhora Auxiliadora. De acordo com informações da ocorrência registrada pela Brigada Militar, a briga iniciou por volta das 5h, na Praça Borges de Medeiros. Duas mulheres começaram a discutir. Uma delas, de 36 anos, deu um tapa na outra, que tirou um canivete do bolso e a atingiu no abdômen.

Outras duas pessoas, uma mulher de 41 anos e um homem de 45, tentaram evitar a briga. Ao tentar segurar a mulher que estava com o canivete, eles também foram atingidos. O homem teve um corte, próximo do olho. A mulher de 41 anos foi atingida no abdômen também. A suspeita de ter atingido os três fugiu. O canivete foi localizado pela Brigada Militar no chão da praça.

Fonte: Rádio Guaíba

Última modificação em Quarta, 14 Fevereiro 2018 10:20