UFSM solicita reintegração de posse do prédio da Reitoria

Quarta, 29 Novembro 2017 02:08 Publicado em regionais

Depois de várias tentativas para estabelecer o diálogo e uma negociação com os estudantes que ocupam o prédio da Administração Central, a UFSM, por meio da Procuradoria Geral Federal, entrou com um pedido de reintegração de posse, no final da tarde desta terça-feira (28). O pedido foi protocolado e distribuído à 2ª Vara Federal, e contempla também os demais prédios da instituição. A ação ainda acumula indenização por perdas e danos a serem apuradas.

A UFSM reconhece a legitimidade das reivindicações relacionadas aos atos de racismo, entende que é parte desta luta e que promove todos os esforços institucionais para o enfrentamento destas questões. No entanto, a paralisação dos serviços administrativos, concentrados no prédio da Reitoria, já ameaça a execução do pagamento de bolsas estudantis, da folha de pagamento dos servidores e de fornecedores – demandas essenciais para a manutenção das demais atividades em andamento na Universidade.

A Reitoria da UFSM mantém-se aberta aos diálogo e reitera seu comprometimento com as pautas e reivindicações apresentadas pelos estudantes, principalmente no que se refere ao combate ao racismo dentro da Universidade e à apuração e devida punição dos responsáveis pelos ataques registrados a estudantes negros e negras juntos aos Diretórios Acadêmicos dos cursos de Direito e Ciências Sociais.