João Bosco será homenageado com prêmio pela carreira no Grammy Latino

Quinta, 14 Setembro 2017 13:24 Escrito por  Publicado em Música Lido 143 vezes
Artista de 71 anos vai lançar em breve o disco “Mano que zuera” Artista de 71 anos vai lançar em breve o disco “Mano que zuera” | Foto: Flora Pimentel / Divulgação / CP

Cantor é o único brasileiro no grupo de setes artistas nomeados pela Academia Latina da Gravação

 

O cantor e compositor João Bosco será o único brasileiro homenageado com o Prêmio à Excelência Musical na 18º edição do Grammy Latino e receberá seu troféu em cerimônia em Las Vegas, em 15 de novembro. O artista de 71 anos será prestigiado ao lado da porto-riquenha Lucecita Benítez, do venezuelano Ilan Chester, do argentino Victor Heredia, da dupla espanhola Los Del Río (Antonio Romero Monge e Rafael Ruiz Perdigones), da mexicana Guadalupe Pineda e do dominicano Cuco Valoy.

 

"Estamos orgulhosos em homenagear um grupo tão diversificado de artistas internacionalmente aclamados com os Prêmios à Excelência Musical e da Junta Diretiva deste ano", disse Gabriel Abaroa Jr., presidente da Academia Latina da Gravação em uma nota oficial divulgada à imprensa. "Nossa categoria de 2017 representa uma grande variedade de artistas que, juntos, contribuíram para moldar os ritmos icônicos e a poesia da música latina ao longo da história. Cada ganhador é uma inspiração para nossa cultura, além de inspiração para a música moderna e contemporânea", finalizou.

 

 

As mais de quatro décadas de trajetória profissional de João Bosco são anos de diálogo de sua obra com mestres da tradição e, principalmente, da sua geração dos anos 1970. O anúncio da nomeação do artista precede o lançamento do 27º álbum de sua carreira, que vai se chamar “Mano que zuera” e chega oito anos depois de seu último projeto de inéditas, “Não vou pro céu, mas já vivo no chão”. Tendo consagrado um estilo inconfundível como compositor e intérprete de suas canções, dono de uma divisão rítmica vigorosa, Bosco mistura influências de sua herança moura com a bossa nova, o samba, o jazz e os ritmos africanos.

 

 

"É muito bom saber que a maneira como atravessamos todos esses anos — e muitas vezes o fizemos no escuro — é iluminada por um raio de luz que nos revela e nos enche de orgulho e gratidão", declarou Bosco sobre a premiação em um comunicado. “Há um grande número de gêneros musicais nesse universo hispano-americano, ou na América Latina ou ainda na música de sonoridade de língua espanhola. Eu me lembro que desde criança fui criado em meio a esse sonido e penso que o Grammy Latino tem essa função de perpetuar esse traço de união, reforçá-lo de tal forma que sempre que nos encontrarmos nos sentiremos Hermanos. Obrigado por essa distinção e honra”, concluiu.

 

Fonte:CP

Dadá Alves

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam, quis nostrud exercitation ullamco laboris nisi ut aliquip ex ea commodo consequat.