Médico-veterinário dá dicas sobre como garantir o consumo de uma carne saudável

Segunda, 20 Março 2017 18:51 Publicado em Boa Forma

Desde que a Polícia Federal (PF) desencadeou a operação “Carne Fraca”, que investiga a adulteração de carne em grandes frigoríficos no Brasil, com a prisão de mais de 30 fiscais do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) envolvidos no esquema, o consumidor vem se perguntando: como faço para ter certeza de que estou adquirindo um produto saudável, de qualidade, livre de adulteração?

A Rádio Medianeira conversou com o médico-veterinário Alexandre Caetano. Ele, que hoje trabalha no setor de Bem Estrar Animal da Prefeitura de Santa Maria, atuava, até o ano passado, no setor de Inspeção Municipal. Caetano explica que não é difícil de identificar um a carne saudável, e que bastam alguns cuidados na hora de escolher o produto no mercado ou no açougue. Entre as dicas, está a de evitar o consumo de carnes processadas, como embutidos ou com cortes selecionados já embalados.

A preferência, sempre, deve ser para a carne in natura, ou seja, aquela que não foi processada, está com o corte inteiro. Outro cuidado que o consumidor deve levar em consideração, alerta Caetano, diz respeito à garantia de que o produto passou por uma inspeção, seja ela municipal, estadual ou federal. Quem está comprando o produto tem o direito de exigir a comprovação de que a carne comercializada está dentro das normas da vigilância sanitária.

Fonte: Fabricio Minussi/Rádio Medianeira

Última modificação em Segunda, 20 Março 2017 20:21