Surto de toxoplasmose em Santa Maria é o maior do mundo, afirma especialista

Sexta, 11 Maio 2018 14:34 Publicado em Estadual

O surto de toxoplasmose que atinge a cidade de Santa Maria, na área central do Rio Grande do Sul, é o maior no mundo. A afirmação é do médico oftalmologista gaúcho Cláudio Silveira, que tem um centro de referência em tratamento de toxoplasmose em Erechim. Segundo ele, os números de casos confirmados e em análise superam os quase 500 registrados na cidade de Santa Isabel do Ivaí, em 2002, no Paraná. Até então, esse surto no município paranaense era o recordista de casos de toxoplasmose.

Para Silveira, a diferença no número de habitantes e o surgimento de novos casos faz com que o surto em Santa Maria possa ser considerado o maior da doença no mundo. “O outro surto na cidade paranaense de Santa Isabel do Ivaí, que era considerado o maior do mundo, tinha 600 pessoas envolvidas. Vários pesquisadores, cada um tem um número, mas não passavam de 600 casos. Em Santa Maria tem oficiais 219 casos, mas tem laboratórios extra-oficiais tão confiáveis quanto o do Lacen e, com isso, o número já chega a mais de 500 com laboratório. Se fala até em 800 casos. Santa Isabel do Ivaí (PR) tinha 6 mil habitantes. Porém, agora, nós temos uma cidade com mais de 200 mil habitantes”, afirma.

O especialista afirma que 85% das pessoas que foram contaminadas não vão ter nada. Entretanto, por ser uma cidade do tamanho de Santa Maria, 10% a 15% delas vão ter os sintomas em alguma época da vida. Silveira exemplifica que algumas poderão daqui um tempo ter uma lesão em um olho e podem ficar cegas em decorrência dessa doença.

Outro fator apontado pelo especialista é o fato de que novos pacientes com toxoplasmose ainda estão surgindo em Santa Maria. Autoridades confirmam que em 19 dos 42 bairros da cidade registraram casos da doença.

Conforme o último boletim divulgado pelo Governo e a Prefeitura de Santa Maria, existem 792 casos notificados na cidade, 617 foram considerados suspeitos e, desses, 218 foram confirmados, até o momento, com a contraprova em laboratório. Outros 70 foram descartados e 319 seguem em investigação. Ainda conforme o boletim, 20 dos exames confirmados são de gestantes.

Fonte: Rádio Guaíba