Rio Grande do Sul soma 700 mil pessoas sofrendo de diabetes

Terça, 14 Novembro 2017 00:36 Publicado em Estadual

No Brasil, 14,3 milhões de pessoas convivem com o diabetes – 700 mil delas no Rio Grande do Sul. O Brasil é o terceiro país do mundo com mais crianças com diabetes tipo 1, somente atrás da Índia e dos Estados Unidos. São 30.900 crianças diabéticas, na faixa de 0 a 14 anos.

Os dados foram apresentados nesta segunda-feira pelo diretor-presidente do Instituto da Criança com Diabetes (ICD), Balduino Tschiedel, que falou sobre os avanços da doença no Brasil e no mundo. A divulgação dos números sobre a doença é parte das atividades do Dia Mundial do Diabetes, celebrado nesta terça-feira. A cerimônia foi realizada no auditório do instituto na zona Norte de Porto Alegre, e contou com a presença do ex-jogador Paulo Roberto Falcão, presidente do conselho de administração do ICD.

Segundo Tschiedel, cerca de 415 milhões de pessoas no mundo inteiro convivem com a doença. “A perspectiva é de que, se continuar nesse ritmo, em 2040 serão 642 milhões de pessoas com diabetes”, ressaltou. O presidente do ICD afirmou ainda que o Brasil é o quarto país no mundo em número de adultos com diabetes: 14,3 milhões, atrás somente de China, Índia e Estados Unidos.

Conforme Tschiedel, o diabetes mata precocemente. Em 2015, no Brasil, 42% dos diabéticos que morreram tinham menos de 60 anos. No mesmo ano, cinco milhões de pessoas morreram no mundo por causa do diabetes, mais que a soma dos óbitos causados pela Aids, Tuberculose e Malária. O ICD no bairro Cristo Redentor, no zona Norte de Porto Alegre, atende atualmente 3.260 crianças e jovens e, segundo Tschiedel, conseguiu reduzir em 87% a internação hospitalar devido a um tratamento adequado, educação em diabetes contínua e assistência indisciplinar, princípios que regem a instituição.

Fonte: CP